Os arqueólogos abaixo assinados, que prestam serviço na Direção Regional de Cultura do Alentejo, conhecem e partilham da maioria dos problemas que estão na origem da realização da greve de 23 de abril e manifestam a sua solidariedade com a luta dos colegas da DGPC.

Esmeralda Gomes, Manuela de Deus, Miguel Rego, Nelson Almeida, Rafael Alfenim, Samuel Melro e Susana Correia.